A pracinha querida do Jardim Lallo

Dona Cleusa encarregou-se do bolo e do café – foi a primeira vez que houve algo assim em uma entrega de praça revitalizada. Todos que moram na praça Massaut Justino de Oliveira ou por perto vieram para ver a transformação dessa praça pequena mas acolhedora, que é praticamente o unico local de encontro e socialização desse lado do Jardim Lallo, na Cidade Dutra. Era dia de ver a praça nova, resultado do programa Zeladoria Local, da Subprefeitura de Capela do Socorro.

A praça Massaut Justino de Oliveira fica no encontro das ruas Maximiliano Martinez e Teresinha Machado. Até há pouco, era só um cantinho, sem nenhum equipamento de lazer, que só servia como estacionamento. Desde o último sábado, 20 de outubro de 2018, a praça passou a ser um ponto revitalizado.

Com a revitalização, a pracinha – pouco mais de 30 metros de meio-fio – agora conta com uma caixa de areia com brinquedos para as crianças da região e mesas e bancos para quem quiser parar, conversar ou jogar jogos de tabuleiro. Os próprios moradores ajudaram a plantar árvores e mudas de flores: Lantanas, Iresine, Hibiscos e Jabuticabas. Uma quadra acima pela rua Maximiliano Martinez, em uma segunda pracinha, a Subprefeitura aproveitou mais brinquedos infantis, como gangorras, para fazer outro espaço para crianças.

Esta foi a 17a praça revitalizada da região, desde maio do ano passado. No dia da entrega, os próprios moradores ajudam nos serviços de varrição, capina, pintura de meio-fio, raspagem de publicidade lambe-lambe e plantio de mudas. Sempre com a ajuda de funcionários e equipamentos da Subprefeitura, também procede-se a limpeza de galerias e um serviço tapa-buracos no asfalto. A Subprefeitura cuida, ainda, do entorno e coleta lixo e entulho.

Essa iniciativa da Prefeitura prevê mutirões em todos os 96 distritos da Capital, um por semana na cidade, um por mês em cada Prefeitura Regional. O objetivo é descentralizar e regionalizar as ações, permitindo que os munícipes participem de atividades no mesmo bairro em que vivem.

A ideia é que, tendo participado das atividades de zeladoria, os moradores cuidem melhor de seu bairro ao longo do tempo – sem jogar lixo no chão nem entulho nos cantos. No caso da praça Massaut Justino de Oliveira, os moradores gostaram tanto do resultado que já estão se unindo para adotar o local, isto é, assumir a limpeza periódica da praça.

“Esta é a nossa casa, temos o dever de cuidar”, diz o prefeito regional João Batista de Santiago. “A Subprefeitura faz seu melhor esforço para que Capela do Socorro seja mais agradável para seus moradores”.