Abraço Guarapiranga terá atividades culturais e “bicicletada”

A 13º edição do Abraço Guarapiranga, ocorrerá no domingo 27 de maio, a partir das 9h (mesma data em que se comemora o Dia da Mata Atlântica) e pede despoluição já!

O evento, que acontece em três locais, às margens da represa Guarapiranga, contará com diversas atividades culturais, e uma “bicicletada” que partirá de dois locais:

– Praça do Ciclista Av Paulista às 9h

– Praça Deputada. Ivete Vargas – Av. Arvoredo – Pq das Árvores (Grajaú) as 10h            

O Abraço Guarapiranga 2018 elegeu como tema “Água é saúde, despoluição já” tendo em vista os diversos problemas de saúde causados pela água inadequada. Dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), indicam que apesar dos poucos avanços, o acesso a água e as redes de esgoto ainda é precário e há muito por fazer no país:

-O esgoto de 100 milhões de pessoas no Brasil não é tratado

-35 milhões de brasileiros não tem acesso à água

-400 mil pessoas deram entrada no SUS por doenças diarreicas consumindo R$ 140 milhões por ano

-Metade das internações de crianças entre 0 a 5 anos são por falta de saneamento.

O evento conta com o apoio da Aliança Pela Água rede que reúne mais de 60 organizações da sociedade civil como ONGs, movimentos sociais, e que nas eleições de 2016, promoveu a campanha “Vote pela Água” propondo que as candidaturas às eleições municipais daquele ano assumissem o compromisso com um projeto de Lei (elaborado pela sociedade civil) visando a Segurança Hídrica. Na cidade de São Paulo, a ação resultou no Projeto de Lei  575/2016, em tramitação na Câmara Municipal de São Paulo, aprovado em primeira votação em 2017 . (http://documentacao.camara.sp.gov.br/iah/fulltext/projeto/PL0575-2016.pdf)

O Abraço Guarapiranga, mais uma vez, buscará enfatizar que a água é um bem essencial à vida cujo acesso é um direito. Simultaneamente, procura destacar que Todos os níveis de governo têm responsabilidades com os recursos hídricos, e que, diante das recorrentes crises de abastecimento, ameaça de escassez, problemas de saúde e prejuízos econômicos, se faz urgente ações de recuperação e recomposição dos mananciais.

Criado com o objetivo de mobilizar e alertar cidadãos, empresas e governos para a urgência de se construir uma nova cultura de cuidado com a água, o Abraço é uma manifestação de respeito e carinho da população com as fontes de água de São Paulo, e também um ato de denúncia e indignação pelo descuido com as fontes de água.

Recentemente, São Paulo viveu uma grave crise no abastecimento de água. Torneiras secas viraram rotina para a população, que procurando se defender, muitas vezes armazenou água inadequadamente, potencializando os casos de dengue, zika, chikungunya e outras doenças. Mais uma vez, a crise simplesmente foi negada pelos governos que se apressaram em  anunciar obras que atropelaram os processos de licenciamento ambiental e reforçam a prática de buscar água cada vez mais longe das cidades,  encarecendo o fornecimento. 

As áreas verdes, que são essenciais para a proteção dos mananciais e para a produção de água, sofrem com a devastação indiscriminada, as pressões e ameaças da especulação imobiliária, dos grandes empreendimentos e pelas ocupações desordenadas. Enquanto isso, o sistema de fiscalização e punição continuam frágeis.

Por isso, o Abraço Guarapiranga 2018 elegeu como tema “Água é saúde, despoluição já!”. Nada justifica que diante de problemas tão grandes e graves se continue a tratar da água com tamanho descuido: Basta de doenças, poluição e destruição dos mananciais!

Pedal do Abraço Guarapiranga

O Pedal Abraço Guarapiranga, tem como objetivo apoiar o movimento pela preservação dos mananciais, estimular o uso da bicicleta como meio de transporte e proporcionar  oportunidade para que mais pessoas conheçam a belíssima Guarapiranga.

Ciclistas de diversas regiões da cidade, organizados pelos Coletivos Bike Zona Sul e Amigos do Pedal, saem de dois pontos em direção ao Parque da Barragem:

1-Praça do Ciclista  –  Av. Paulista, saída às 9h

2-Praça Deputada Ivete Vargas – Av. Arvoredo – Parque das Árvores (Região do Grajaú),

   Saída as 10h

Os dois grupos se encontram por volta de 11h no Parque da Barragem (Av. Atlântica) onde participarão do Abraço 2018.

Programação:

Jardim Ângela – M’Boi Mirim

-8h – Saída de caminhadas das Paróquias da Região em direção ao Bairro Riviera  – Estrada da Riviera,altura do nº 4.000 (Ponto Final do ônibus Riviera)

-9h30 – Celebração de Missa Campal no Parque Ecológico do Guarapiranga;

-11h30 – Plantio simbólico de mudas;

-12h  – Abraço  à Guarapiranga;

Parque da Barragem – Capela do Socorro

 Av. Atlântica, altura do nº 1.100 em frente ao 102 DP –

A partir das 9h30
– Oficinas de sustentabilidade, atividades ambientais, exposições;

– Tenda com exposições de ONGs

– Local para piquenique 

-9h – Saída do Pedal do Abraço da Praça do Ciclista

-10h – Saída do Pedal do Abraço da Prça deputada Ivete Vargas – Parque das

  Árvores em direção ao Pq. Da  Barragem chegada prevista as 11h00

-10h – Shows e atividades culturais

-11h – Plantio simbólico de mudas;

-12h – Arrastão para o Abraço à Guarapiranga conduzido pelo Bloco Afro É Di

 Santo

Embu Guaçu – Itapecerica da Serra

Comunidade Missionária de Villaregia

Rod. José Simões Louro Jr., 3.100, Itararé – Embu Guaçu

A partir das 9h30

– Chegada e acolhida

-10h00 – Bate-papo sobre sustentabilidade e atividades de conscientização

-11h00 – Plantio simbólico de mudas;

-12h00 – o Abraço à Guarapiranga

COMO CHEGAR

Parque da Barragem

De carro

Marginal sentido Interlagos, pegar Ponte do Socorro e em seguida Av. De Pinedo. Estacionar na lateral do parque, Av. João de Barro, Av Dr. Caetano Petralia Sobrinho, Av. Antonio Veríssimo Alves

De ônibus

-A partir do Terminal Santo Amaro:

Tomar qualquer uma das linhas abaixo e descer na 3ª  Parada da Av Atlântica (Parada João de Barro), que fica frente ao portão do Parque da Barragem.

Linhas:

5362/10 – Pq. Res. Cocaia – Pça. Da Sé

5632/22 – Vila São José – Ter. Santo Amaro

6970/10 – Terminal Grajaú – Term. Santo Amaro

6000/10 – Term. Parelheiros – Term. Santo Amaro

6913/10 – Term. Varginha – Term. Bandeira

6960/10 – Term. Varginha – Term. Santo Amaro

De Trem/Metrô

-Linha 9 da CPTM (Osasco- Grajau)

Descer na Estação Santo Amaro, tomar o Metrô (linha 6 Lilás até a Estação Largo 13, percurso de uma estação),  em seguida embarcar em uma das linhas de ônibus acima no Terminal Santo Amaro            

Estrada da Riviera

De carro

Marginal sentido Interlagos pegar Ponte do Socorro e em seguida Av. Guarapiranga. Seguir as placas Riviera até o ponto final do ônibus Riviera.

De ônibus

A partir do Terminal Santo Amaro embarcar na linha:

6028/10 – Riviera – Term. Santo Amaro

A partir do  terminal Jardim Ângela embarcar na linha:

N740/11 Term. Jd. Ângela / Jd. Riviera (circular)

De Trem/Metrô

– Linha 9 da CPTM (Osasco- Grajau)

Descer na Estação Santo Amaro, tomar o Metrô (linha 6 Lilás até a Estação Largo 13, percurso de uma estação), em seguida embarcar na linha de ônibus 6028/10 – Riviera – Terminal Santo Amaro

Embu Guaçu – Itapecerica da Serra

De carro

Marginal sentido Interlagos pegar Ponte do Socorro, Av. Guarapiranga, em seguida Estrada do M’Boi Mirim – seguir as placas Embu Guaçu

De ônibus

De Estação Socorro (CPTM) 50 min – Linha  009

De Term.Capelinha, Capão Redondo 57 min – Linhas  6840-10  e 563

De Terminal Grajaú, Grajaú 73 min – Linha  009

De Shopping Campo Limpo, Capão Redondo 59 min – Linhas  6046-10 e 563

De Terminal Varginha, Parelheiros 111 min – Linhas 5370-10 e 009

De Terminal Capelinha, Capão Redondo 57 min – Linhas  6840-10 e 563