Alta no preço do trigo reflete na produção de pães em Entidade

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (Abip), o preço do quilo do pão teve reajustes entre 12% e 20%. O valor da farinha de trigo já havia sofrido uma valorização de 10% no mercado internacional antes dos conflitos armados. Agora, então, os preços dispararam.

Apesar desse aumento, as necessidades das entidades sociais continuam as mesmas. A inflação tem gerado novo desafio à prática da Solidariedade: o de sustentar o benefício diário para quem precisa, em meio às incertezas econômicas.

Em São Paulo/SP, por exemplo, uma padaria que fica dentro da unidade escolar mantida pela Legião da Boa Vontade (LBV), produz, em média, por dia, cinco mil pães para atender as demandas de alimentação dos 1.500 alunos do Conjunto Educacional Boa Vontade – formado pelo Instituto de Educação José de Paiva Netto e pela Supercreche Jesus, da LBV, e da EJA (Educação de Jovens e Adultos).

Tudo começa a ser preparado no dia anterior. O pão francês tradicional, o integral e ainda o pão de leite que ficam prontos para consumo a partir das cinco horas da manhã.

A equipe do Nutricional da LBV é responsável por preparar as refeições diárias para os alunos do berçário até o Ensino Médio (4 meses a 17 anos), oferecendo café da manhã, almoço e lanche da tarde para todos eles. Ainda é oferecido o jantar para os alunos da Educação Infantil (até 5 anos de idade). E, para muitos deles, essas refeições são as únicas do dia.

Para continuar garantindo uma alimentação completa e balanceada, a Instituição pede o apoio da sociedade na manutenção do trabalho. Para colaborar, basta acessar o site www.lbv.org ou, se preferir, fazer uma transferência via pix com a chave principal pix@lbv.org.br. Nas redes sociais, siga @LBVBrasil no instagram e no facebook.