Biblioteca de São Paulo

A Biblioteca de São Paulo foi construída no terreno onde ficava o complexo penitenciário do Carandiru, dentro do projeto de revitalização do espaço, assinado pelo escritório Aflalo/Gasperini Arquitetos. Um edifício público que colaborou para que o impacto urbano dessa revitalização mudasse completamente o cenário que havia ali e ultrapassasse os limites do bairro, atraindo pessoas de toda a cidade, em busca de cultura e educação.

Inclusive, teríamos um personagem para esta pauta: O Vinícius Oliveira foi estudante de escola pública e usou a biblioteca entre 2011 e 2013 para se preparar para o vestibular. “Além de ser perto da minha casa, é um lugar grande, confortável e agradável, tem mais lugares para estudar. Frequentava a biblioteca com os meus amigos. Desde que foi inaugurada, sempre gostei muito de lá”, conta. Vinícius destaca os pontos positivos que a Biblioteca São Paulo trouxe para o local. “Acho que a Biblioteca trouxe, principalmente, uma inclusão para os moradores ao redor. Vejo pessoas de todas as faixas etárias, inclusive idosos que estão aprendendo a mexer com tecnologia e jovens adultos que não têm acesso fácil à internet”, explica.  O que acha?

 Caso haja interesse, podemos disponibilizar entrevistas com a Grazzieli Gomes, arquiteta e sócia do aflalo/gasperini arquitetos, e com o Vinícius, além de um especialista e professor do Centro Universitário Belas Artes de SP.