Caixa Cultural São Paulo (Museu): Caixa Cultural Reabre Para Visitação

A CAIXA Cultural São Paulo, localizada na Praça da Sé, 111, no centro da capital paulista, reabriu na última quinta (3) as suas atividades, após uma pausa em sua programação por conta da pandemia de COVID-19.

Para quem gosta de apreciar o patrimônio histórico, o Museu da CAIXA estará aberto para visitação com exposição do seu acervo museológico. Para garantir o conforto e a segurança de todos os visitantes, estamos seguindo os protocolos sanitários. Lembre-se: Se tiver algum sintoma da Covid-19 ou se você esteve em contato recentemente com alguém que tenha contraído a doença, fique em casa!

Como estamos funcionando?

– Nosso horário de Funcionamento é de terça-feira a domingo, das 12h00 às 18h00;

– O horário das 12h00 às 13h30 é exclusivo para visita de idosos e portadores de deficiências;

– A visita será agendada pelo e-mail caixaculturalsaopaulo@caixa.gov.br ou pelo telefone (11) 3321-4400;

– Todos deverão medir a temperatura antes de entrar na CAIXA Cultural;

– O uso de máscaras é obrigatório durante toda visitação;

– A capacidade máxima de visitantes no museu é de 25 pessoas;

– O elevador será de uso preferência de idosos, pessoas com deficiência ou com dificuldade de locomoção e terá a capacidade máxima de 2 pessoas;

Fique atento: Para que todos possam visitar a Museu da Caixa a duração máxima da visita será de 2 horas.

Prepare-se para a visita!

– Venha com bolsas pequenas, pois os guarda-volumes estão interditados;

– Traga sua garrafinha de água, pois o bebedouro está desativado;

– Fique atento com os bebês, pois os fraldários estão fechados para uso.

Temos mais medidas de segurança!

– Disponibilizamos tapete sanitizante na entrada da Caixa Cultural e dispensers de álcool em gel pelo espaço;

– Em todo espaço há cartazes e adesivos com informações sobre as medidas preventivas;

– Se você estiver com a academia em dia, poderá utilizar as escadas para ir até o Museu da CAIXA.

Sobre o Museu da CAIXA:

A Caixa Econômica Federal iniciou suas atividades no ano de 1861 no Rio de Janeiro através do decreto 2723 do Imperador D. Pedro II. Instalou-se em São Paulo em 1º de setembro de 1875, com o apoio financeiro do Barão de Itapetininga que emprestou vinte e cinco contos de réis. Desde então a Caixa cresceu muito, como a cidade de São Paulo. De uma pequena casa alugada no Pátio do Colégio, foi mudando para outras, sempre nessa mesma região da Praça da Sé.

O Edifício Sé, segundo prédio próprio do banco em São Paulo, é um belo exemplo da arquitetura Art Déco, no qual suas magníficas colunas, os mármores e o vitral do Grande Salão no térreo, compõem um conjunto harmonioso com as ferragens em latão, bronze e aço escovado. Foi projetado e construído pelos escritórios Albuquerque & Longo e inaugurado em 29 de agosto de 1939 pelo presidente Getúlio Vargas.

O Museu da Caixa, instalado no 6° andar do Edifico Sé, mantém as características originais do espaço e é tombado pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo – CONPRESP.

O Museu apresenta fotos, móveis, equipamentos e ambientes especialmente preservados, mantendo a atmosfera de trabalho nos anos trinta. Entre os destaques do espaço temos a Sala da Presidência na sua forma octogonal, mobiliário original, a Agência de Época mobiliada e decorada com objetos das décadas de vinte, trinta e quarenta do século passado, a Sala da Poupança que expõe a primeira caderneta de poupança aberta por Florisbela de Araújo Rodrigues, moradora da Rua Direita, em 1875, entre outros itens históricos.