Campanha da vacinação será antecipada contra febre amarela na cidade SP

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de São Paulo decidiu antecipar a vacinação fracionada contra a febre amarela. A ação, que começaria em 3 de fevereiro, agora vai acontecer a partir de 25 de janeiro até 17 de fevereiro. A vacinação terá como público-alvo os moradores de 15 distritos e segue a recomendação do Ministério da Saúde.

Farão parte da ação preventiva na Zona Leste os distritos Cidade Líder, Cidade Tiradentes, Guaianases, Iguatemi, José Bonifácio, Parque do Carmo, São Mateus e São Rafael. Já na Zona Sul, serão vacinadas as pessoas que moram ou trabalham em Capão Redondo, Cidade Dutra, Grajaú, Jardim São Luis, Pedreira, Socorro e Vila Andrade.

É importante ressaltar que não houve epizootia confirmada nestes distritos, em cuja vacinação vai ocorrer levando-se em consideração a proximidade com corredores ecológicos e o risco de exposição à doença.

O fracionamento da dose segue os padrões da Organização Mundial da Saúde (OMS). Com a medida, uma dose padrão poderá vacinar até cinco pessoas. Estudos laboratoriais atestam a eficácia da vacina por, no mínimo, oito anos.

Campanha

Até o momento, as áreas com recomendação de vacina em São Paulo são: Anhanguera, Brasilândia, Cachoeirinha, Jaraguá, Mandaqui, Parelheiros e Tremembé. A vacinação da Zona Norte da capital começou em setembro do ano passado após a confirmação de epizootia no Horto Florestal e até o momento foram aplicadas 1.307.127 doses da vacina.

Em 20 de dezembro, teve início a ação preventiva na Zona Sul nos distritos Jardim Ângela, Parelheiros, Marsilac e parte do Capão Redondo (apenas na área de abrangência da UBS Luar do Sertão). Não houve epizootia confirmada na região e a medida cautelar levou em consideração a proximidade da região com o município de Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, que na época havia confirmado a morte de 10 macacos por febre amarela. Foram 447.982 doses aplicadas até esta terça-feira (16).

Também em dezembro, foi ampliada a ação preventiva para o distrito Raposo Tavares, na Zona Oeste, região que também é próxima de Itapecerica da Serra. Os três postos da área vacinaram 33.917 pessoas até terça-feira (16).

A SMS reforça que, para aqueles que não moram ou não trabalham em regiões com recomendação de vacinação, a orientação é procurar as unidades de referência apenas em casos de viagem para áreas de risco. Não há nenhum caso humano de febre amarela silvestre ou urbana confirmado adquirido no município de São Paulo.