Capela do Socorro, 30 vezes melhor.

Neste domingo, 1o de dezembro, a Subprefeitura de Capela do Socorro entrega sua 30a intervenção na região. É o escadão da 27, na divisa entre o Parque Grajaú e o Jardim Castro Alves. Quem mora na área conhece bem o escadão, ligação entre as antigas ruas 25 (rua João Teixeira de Oliveira, altura do número 119) e 27 (rua Manoel Guilherme dos Reis, altura do 52). Por ali circulam  milhares de pessoas todos os dias. O escadão era a parte difícil da caminhada. Até que o programa Bairro Legal chegou.

O programa foi desenhado para levar melhor qualidade de vida a todos os bairros de Capela do Socorro. Começou pelas praças, a cada mês uma em cada distrito, Socorro, Cidade Dutra e Grajaú. Nessas praças, a Subprefeitura melhorou a urbanização ou urbanizou do zero o espaço. Com planejamento, instalou brinquedos para crianças e aparelhos de ginástica para a terceira idade, criou canteiros de flores e plantou mudas de árvores. Em algumas dessas praças construiu um ParCão, destinado a animais de estimação.

Um programa que valoriza espaços

Na primeira praça – na verdade, três delas –, no Jardim Suzana, ficou bem determinado como seriam as diretrizes do programa. As praças João Azevedo, José Ferreira Rodrigues e Pedro Caetano Valente, que tomam os cantos da esquina formada pelas avenidas Inácio Cunha Leme e Francisco de Carvalho, foram o ponto de partida do programa, então chamado Faça seu Bairro Lindo, em Capela do Socorro. Ali, instalaram-se mesas para jogos, canteiros de flores e plantaram-se árvores frutíferas.

“O objetivo do programa Bairro Legal é recuperar os espaços para a população. Muitas dessas praças foram formadas e depois abandonadas. Com o programa, os moradores ganham de volta espaço de lazer, para crianças e adultos”, diz o subprefeito João Batista de Santiago.

Só naquele ano, 2017, Capela do Socorro ganhou oito espaços novos: a praça João Beiçola da Silva, em Cidade Dutra; a praça do Xerife, no Grajaú; e, sempre respeitando a ordem (Socorro, Cidade Dutra e Grajaú), o largo do Socorro, as praças Piemonte, Frei Damião, Raimundo Nonato de Santiago e um cantinho sem nome, mas muito aprazível, no Jardim das Imbuias.

No ano seguinte, 2018, foram dez locais. Naquele ano, a Subprefeitura revitalizou a praça Waldemar de Oliveira, no Jardim Eliana; a praça da rua Juncal do Campo, no Socorro; a praça Batista Botelho, em Cidade Dutra; a praça Alberto Mestieri, na rua Jupyra Cunha Marcondes, no Jardim Myrna; a praça Marcelo Costa Tavares, em Veleiros (onde foi instalado o primeiro ParCão); a praça Adriano Emídio de Souza, no Jardim Clipper; a praça das Pedras, no Jardim Almeida Prado; a praça José Gomes da Silva Neto, na Vila Friburgo; a praça Massaut Justino de Oliveira, no Jardim Lallo; e a praça da Rua São Caetano do Sul, no Conjunto Habitacional Brigadeiro Faria Lima.

Em 2019, o número de praças aumentou. O ano nem acabou e a Subprefeitura já melhorou 12 praças: av. dos Lagos, Benigno Inácio dos Santos, Tutânkamon, rua Rio Paraíba, José Boemer Roschel, Educadora Rosely Ribalta, 2a Balsa do Bororé, René Ernani Toccheton, Almirante Penna Botto, Cecília Apolinário Trapiá, Passagem C da rua Cláudio Artaria e, agora, o Escadão da 27. E, neste ano, ainda estão planejados mais dois espaços: no Jardim Três Marias e no Jardim Régis.

Trabalho permanente

Tudo isso forma uma missão que a Subprefeitura se impôs: tornar a região mais confortável. Mas é uma missão a longo prazo, praticamente permanente. Capela do Socorro é a segunda maior Prefeitura Regional de Sao Paulo — só perde para Parelheiros. Em 134,2 km², abriga 684.757 habitantes. Tem 192 praças.

É difícil manter todas essas praças e vias bem cuidadas. Mas foi exatamente isso que a Prefeitura visou ao criar, primeiro, o programa Bairro Lindo, depois transformado em programa Zeladoria Local e, agora, Bairro Legal.  A Subprefeitura de Capela do Socorro manteve o programa com a frequência requerida — uma praça por mês, uma em cada distrito — para recuperar em especial os locais mais degradados. E, assim, oferecer uma cidade mais amigável, mais acolhedora, bonita e limpa.

[4.206 caracteres]

30 intervenções

2017

1 –  Praça João Azevedo, José Ferreira Rodrigues e Pedro Caetano Valente – Jardim Suzana – Socorro

2 – Praça João Beiçola da Silva – Jardim Primavera – Cidade Dutra

3 – Praça do Xerife – Parque Grajaú – Grajaú

4 – Largo do Socorro – Socorro – Distrito de Socorro

5 – Praça Piemonte – Vila Santo Antônio – Cidade Dutra

6 – Praça Frei Damião – Vila Natal – Grajaú

7 – Praça Raimundo Nonato de Santiago – Vila Lisboa – Socorro

8 – Praça entre as ruas Laszlo Zinner x Prof Gutemberg Campos – Jardim das Imbuias – Cidade Dutra.

2018

9 – praça Waldemar de Oliveira – Jardim Eliana – Grajaú

10 – Praça da rua Juncal do Campo – Socorro – Distrito de Socorro

11 – Praça Batista Botelho – Cidade Dutra – Distrito de Cidade Dutra

12 – Praça Alberto Mestieri – Jardim Myrna – Grajaú

13 – Praça Marcelo Costa Tavares – Veleiros – Socorro

14 – Praça Adriano Emídio de Souza – Jardim Clipper – Cidade Dutra

15 – Praça das Pedras – Jardim Almeida Prado – Grajaú

16 – Praça José Gomes da Silva Neto – Vila Friburgo – Socorro

17 – Praça Massaut Justino de Oliveira – Jardim Lallo – Cidade Dutra

18 – Praça da Rua São Caetano do Sul – Conjunto Habitacional Brigadeiro Faria Lima – Grajaú

2019

19 – Avenida dos Lagos

20 – Praça Benigno Inácio dos Santos

21 – Tutânkamon

22 – Praça na Rua Rio Paraíba

23 – Praça José Boemer Roschel

24 – praça Educadora Rosely Ribalta

25 – Praça da 2a Balsa do Bororé

26 – Praça René Ernani Toccheton

27 – Praça Almirante Penna Botto,

28 – Praça Cecília Apolinário Trapiá,

29 – Passagem C da rua Cláudio Artaria

30 – Escadão da 27.