Com presença da cantora Adryana Ribeiro, Roberto Rabello comemora evidência de seus trabalhos.

O florista Roberto Rabello sempre com muito alto astral vive um momento de alta em seus trabalhos, atualmente ele mantém um “mini programa” em suas redes sociais. Pelo Facebook o florista que mora em São Paulo realiza transmissões diversas usando sua casa como cenário de um quadro em que recebe celebridades e pessoas anônimas para um jantar em sua casa em que o próprio convidado comanda a cozinha no preparo do jantar, e durante todo o preparo com cardápio de escolha do anfitrião, rola um bate papo descontraído.

Muitas pessoas já passaram pela cozinha de Rabello, entre elas a modelo Luiza Ambiel, integrante da banheira do Gugu na década de 90, Simone Sampaio ex-participante do reality a Fazenda e recentemente a cantora Adryana Ribeiro, que ganhou fama entre os anos 90 e 2000 com o grupo “Adryana e a Rapaziada” cantando pagode. Na visita a cantora saboreou uma deliciosa receita de escondidinho de aipim recheado com calabresa e bacon, tendo a oportunidade de falar sobre o sucesso que fez e sobre sua vida pessoal no momento em que o dono da casa fazia o prato em papel inversa aos demais convidados, isso porque Rabello disse que há muito tempo atrás em sua vida trabalhava em uma rádio na cidade e Peruíbe – SP e por lá fica responsável de colocar ao ar algumas músicas para os ouvintes e ele sempre colocava as músicas de Adryana, sendo então para ele a visita dela algo mágico, no qual ele mesmo decidiu por fazer as honras da casa.

Roberto explica que a ideia de suas “lives” como ele chama, tem como objetivo dar ao público das redes sociais, não se limitando apenas aos seus seguidores, uma opção diferenciada de entretenimento, tudo na palma da mão de que não vive fora das redes sociais.

” Muitas das vezes as pessoas não querem assistir à TV, ou não encontram algo bacana para assistir, pulando de canal em canal, e nas minhas transmissões eu ofereço aquilo que as vezes é bem mais próximo do público, pois muito além do que uma transmissão com uma conversa…assunto descontraído, o público tem uma proximidade muito grande com o convidado, interação a palavra chave!” Diz Roberto Rabello.