Confiança de Carille, ovação da Fiel e artilharia da arena: Romero brilha no Corinthians

Romero diz viver a melhor fase pessoal no Corinthians. Contratado em 2014, o atacante era reserva sob o comando de Tite, hoje na seleção brasileira.

O gol do título paulista no empate por 1 a 1 com a Ponte Preta, domingo, em Itaquera, coroou o auge da carreira. Ele é titular com o técnico Fábio Carille e o artilheiro do estádio alvinegro, com 18 gols.

– É verdade que com Tite fiquei muito tempo na reserva, mas tenho de trabalhar para seguir titular. Aqui cada dia é uma briga forte pela posição,. Têm muitos jogadores de qualidade. Ele (Carille) deu essa confiança que eu precisava. Sou um cara muito autocrítico. A confiança do treinador é muito importante. Vivo meu melhor momento no Corinthians conseguindo esse título.

 Romero beija taça de campeão Paulista do Corinthians: artilheiro da Arena e gol decisivo na final contra Ponte Preta (Foto: Marcelo Hazan)

Romero beija taça de campeão Paulista do Corinthians: artilheiro da Arena e gol decisivo na final contra Ponte Preta (Foto: Marcelo Hazan)

A melhora de produção se deve à adaptação ao futebol brasileiro, na avaliação do paraguaio. Antes, ele tinha dificuldade para recompor taticamente e ajudar na marcação, além de atacar. Hoje, faz o movimento com naturalidade e vê a entrega em campo ser recompensada com apoio da Fiel.

Na final do Paulistão, Romero foi ovacionado pelos 46.462 corintianos, após ser substituído por Léo Jabá, aos 44 minutos do segundo tempo.

– É muito bom. Jogador sempre quer o apoio da torcida. Hoje a torcida está respeitando meu trabalho. Tomara que a imprensa respeite mais meu trabalho. Vou comemorar esse tíulo com meus companheiros e família. Depois pensar na Sul-Americana. O ano não acabou e temos jogos pela frente.

 Romero finaliza para o gol da Ponte Preta e faz o gol do Corinthians na final do Paulistão (Foto: Marcos Ribolli)

Romero finaliza para o gol da Ponte Preta e faz o gol do Corinthians na final do Paulistão (Foto: Marcos Ribolli)

A emoção de fazer o gol do título corintiano superou a de defender a seleção paraguaia contra o Brasil, na mesma arena, pelas eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia. Romero disse:

– A arena é muito especial. Jogar na arena com a minha seleção contra o Brasil vai ficar na memória. O gol do título superou o jogo com o Brasil. Vou lembrar sempre e contarei para meus filhos e família que tive a chance de jogar na arena e fazer esse gol do título.

Com contrato até julho de 2019, o atacante de 24 anos caiu nas graças da Fiel pelos gols, raça e marcou o nome na história do Corinthians com o gol do 28º título paulista.

 Romero comemora gol do Corinthians contra Ponte Preta (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)

Romero comemora gol do Corinthians contra Ponte Preta (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)

 Romero é o artilheiro da Arena Corinthians: 18 gols (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)

Romero é o artilheiro da Arena Corinthians: 18 gols (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)

Paraguaio Romero caiu nas graças da Fiel (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)

Paraguaio Romero caiu nas graças da Fiel (Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)

 Atacante agradeceu apoio de Fábio Carille: “Ele deu essa confiança que eu precisava.