Direito Terceirização Da Assessoria Jurídica

A Assessoria Jurídica é um assunto que vem ganhando espaço entre a maioria dos empresários de todos os setores e hoje vamos tratar das principais vantagens de se ter uma assessoria terceirizada, ou seja, um escritório dedicado aos seus interesses em tempo integral nos mais diversos desafios jurídicos. Se antes ter um departamento ou escritório de advocacia para tratar dos assuntos  e questões de forma preventiva já era uma vantagem com grandes benefícios, hoje com as mudanças ocorridas com a Pandemia, essa relação é essencial para evitar prejuízos financeiros e processos judiciais.

Como funciona

As empresas se utilizam de várias estratégias para se manterem à frente no mercado competitivo que vivemos, bem como para ter conforto e eficácia na gestão de seu trabalho. Muitas delas investem em Marketing, facilities, sustentabilidade, implementação de compliance e contratação de uma assessoria contábil. Nesse âmbito, a assessoria jurídica empresarial vem proporcionar ao empresário auxílio e solução de problemas nas questões de consultas e orientações cotidianas, oferecendo subsídios ao empresário, análises de riscos contratuais, revisões de procedimentos tributários, riscos jurídicos, análise e elaboração de contratos, defesas administrativas e judiciais e segurança jurídica em todos os processos. Contando com apoio jurídico, a empresa terá a sua disposição uma banca jurídica, ou seja, advogados especializados que apresentarão cenários e análises detalhados que cada decisão poderá acarretar à empresa.

Isso irá gerar ao empresário maior segurança e rapidez na tomada de decisões e uma grande economia de recursos. Além de contar com apoio e atuação em procedimentos internos da empresa, como processos trabalhistas, dívidas de impostos, dívidas bancárias entre outras áreas.

Quando terceirizar

Muitas relações jurídicas estão apresentando problemas com as várias mudanças normativas criadas pela Pandemia. Em todas as esferas jurídicas (trabalhista, impostos, contratos, bancárias e consumidor) tem surgido necessidades e soluções para demandas que antes não eram tão comuns. São direitos, leis, normas e deveres sendo regulamentados para este período e é importantíssimo a interpretação correta dessas leis e normas.