Em fevereiro, tem carnaval na caixa cultural São Paulo

Celebrado em diversas partes do mundo e considerado a maior festa popular do Brasil, o Carnaval dá o tom e o ritmo do projeto educativo Caixa Gente Arteira, na CAIXA Cultural São Paulo no mês de fevereiro. Com atrações gratuitas para diversos públicos e idades, a programação terá oficinas de danças carnavalescas, de criação de fantasias, de confecção de mamulengos e de estandartes e ainda uma ação educativa chamada “Viva o Carnaval”, que convida os participantes a conhecerem um pouco mais sobre a história do Carnaval de São Paulo.

Resultado de imagem para ESTANDARTEAbrindo as atividades momescas, no dia 3 de fevereiro, um sábado, será realizada a oficina “Confecção de Estandartes”, direcionada ao público idoso.  Utilizados nos blocos e em escolas de samba, com brasões ou símbolos que as representam, os estandartes são considerados um bem cultural protegido como patrimônio Imaterial pelo IPHAN. Nessa atividade, a artista plástica e arte-educadora, Alice Quadrado ensinará os participantes a confeccionar seus estandartes utilizando o bordado, retalhos de tecidos de diversos tipos e fitas coloridas.

Com diversas datas durante o Carnaval, a oficina “Danças Carnavalescas | Frevo e Maracatu” convida o público infantil e seus responsáveis a conhecerem a história e aprenderem os passos dessas duas danças populares, símbolos do carnaval de rua de Pernambuco.  Dança com muitas acrobacias e de muita energia, o frevo, que incorpora elementos do maxixe, da polca e, principalmente, da capoeira, é considerado patrimônio imaterial da humanidade pela UNESCO. Já o maracatu é uma dança de cortejo associada aos reis congos, marcada por forte percussão e coreografias específicas. Os participantes representam personagens como reis, embaixadores, rainhas, vassalos, baianas, caboclo.

Com sessões nos dias 10, 11, 12 e 13 de fevereiro, a oficina “Fantasias de Carnaval “propõe que as crianças, acompanhada por familiares ou responsáveis, criem suas próprias fantasias e se maquiem para pular o Carnaval. Ao som de marchinhas de Carnaval, a artista plástica e arte-educadora Paula Pedroso as ensinará a aplicar adereços e miçangas nos tecidos escolhidos.

Combinando com o clima de alegria e irreverência do carnaval, a garotada aprenderá a confeccionar e a manipular bonecos na oficina Confecção e Manipulação de Mamulengos, ministrada pela arte-educadora Cleidione de Morais. Os mamulengos são um tipo de fantoche típico do nordeste brasileiro, especialmente do estado de Pernambuco. Essa mesma atividade será oferecida no dia 28 de fevereiro para pessoas com deficiência intelectual.

Outro destaque da programação carnavalesca do espaço será ação educativa “Viva o Carnaval!”, na qual a equipe do Gente Arteira apresentará aos participantes um pouco da história do carnaval paulistano. Por meio de monóculos, o público poderá ver fotos de época, que retratam o carnaval de rua de São Paulo desde a década de 10 do século passado.  

Além disso, os educadores estarão no térreo da Caixa Cultural confeccionando com o público alguns itens para curtirem os blocos de carnaval da cidade como máscaras, estamparias e decoração de estandartes, balangadãs, leques abebés (Leque metálico circular de origem africana), turbantes e colares, embalados ao som de marchinhas.

Mais distantes do clima de folia, três atividades educativas, voltadas a pessoas com deficiência, completam a programação do espaço no mês de fevereiro. A primeira é a Contação de Histórias em Libras-Português, atividade bilíngue em Libras – Português que busca integrar o público ouvinte e de surdos. O tema do mês será “Contos e histórias passadas”.

No projeto “Libras de Arruar”, o público que circula pelos arredores da CAIXA Cultural será convidado a vivenciar rápidas experiências em Libras, e também a conhecer mais sobre a Cultura Surda e o contexto histórico e cultural do centro de São Paulo. A atividade será realizada por educadores (em Libras-Português), que vão ensinar aos participantes a soletrar o próprio nome e a fazer saudações básicas.

Arruar significa distribuir em ruas, passear a pé. Carrinhos de arruar eram usados até o século XIX como transporte no centro de São Paulo.

Por fim, pessoas com deficiência visual poderão participar de uma visita sensibilizadora ao Museu da CAIXA Cultural que oferecerá experiências sensoriais aos visitantes, a partir de alguns elementos que marcaram a década de 1930 em São Paulo. Serão propostas experiências sensibilizadoras que irão ativar os sentidos dos participantes com sons, cheiros, toques e que os farão refletir a respeito do acervo de memórias do Museu e a paisagem onde ele está inserido, como a Praça da Sé.

SERVIÇOS DOS EVENTOS DO PROGRAMA CAIXA GENTE ARTEIRA (em Ordem cronológica crescente):

Serviços:

Oficina: Confecção de Estandartes

Oficineira: Alice Quadrado

Data: 03/02 – sábado

Horários: às 09h30 e às14h30

Duração: 2 horas

Público: Idosos

Inscrições: Agendamentos de grupos ou inscrições individuais por telefone (11) 3321-4400

Capacidade: 30 pessoas

 Oficina:  Danças Carnavalescas | Frevo e Maracatu

Oficineira: Caroline Monteiro

Datas: dias 07, 08, 09, 10 e 12/02

Horário: dias 07,08 e 09 ( duas sessões: às 09h30 e 14h30)  e nos dias 10 e 12 uma sessão às 14h30

Duração 2 horas

Público: Crianças e adolescentes a partir de 7 anos, acompanhadas de seus responsáveis

Inscrições: Agendamentos de grupos e inscrições individuais por telefone (11) 3321-4400

Capacidade: 25 pessoas

Ação Educativa: Contação de Histórias em Libras-Português

Equipe Gente Arteira:

Datas: 07, 21 e 28/02

Horário: 14h30

Duração: 1h30

Público: Escolas e público espontâneo (a partir de 07 anos) agendamento para grupos por telefone (11) 3321-4400

Capacidade: 30 pessoas

Ação Educativa: Libras de arruar

Equipe Gente Arteira:

Datas: 08 e 22/02

Horário: 14h30

Duração: Uma hora

Público: Interessados (a partir de 07 anos)

Inscrições: Não há necessidade de inscrição prévia

Capacidade: Livre

Oficina: Fantasias de Carnaval

Oficineiro: Paula Pedroso

Datas: 10, 11, 12 e 13/02

Horário: 11h

Duração: 2 horas

Público: Crianças a partir de 5 anos, acompanhadas de seus responsáveis

Inscrições: Agendamento de grupos e inscrições individuais por telefone (11) 3321-4400

Capacidade: 25 pessoas

Oficina: Confecção e Manipulação de Mamulengos

Oficineiro(a): Cleidione de Morais

Datas: 10, 11, 12, 20, 21, 22 e 23/02

Horários: 10, 11 e 12 (às 11h), nos dias 20,21,22 e 23 (às 9h30 e 14h30)

Duração: 2 horas

Público: Crianças a partir de 5 anos, acompanhadas de seus responsáveis

Inscrições: Agendamentos de grupos ou inscrições Individuais por telefone (11) 3321-4400

Capacidade: 25 pessoas

 Ação Educativa: Viva o Carnaval

Equipe Gente Arteira: De acordo com escala de trabalho

Datas: 10,11,12 e 13/02

Horário: 14h

Duração: 1h30

Público: Interessados (a partir de 07 anos)

Inscrições: Não há necessidade de inscrição prévia

Capacidade: Livre

Ação Educativa: Visita Sensibilizadora

Equipe Gente Arteira:

Data: 27/02 – terça-feira

Horários: 09h30 e 14h30

Duração: Uma hora

Público: Pessoa com deficiência visual ou interessados a partir de 10 anos

Inscrições: Agendamento de grupos ou inscrições individuais por telefone (11) 3321-4400

Capacidade: Livre

Oficina:  Confecção e Manipulação de Mamulengos – para pessoas com deficiência

Oficineira: Cleidione de Morais

Data: 28/02 – quarta-feira

Horários: 9h30 e 14h30

Duração 2 horas

Público: deficientes intelectuais a partir de 10 anos

Inscrições: Agendamentos de grupos ou inscrições Individuais por telefone (11) 3321-4400

Capacidade: 20 pessoas

Programa Educativo CAIXA Gente Arteira

Local: CAIXA Cultural São Paulo – Praça da Sé, 111 – Centro – São Paulo/SP

Informações, agendamento de visitas monitoradas para escolas públicas e instituições: (11) 3321-4400