Escola de Formação capacitará professores municipais

A Prefeitura de São Paulo irá investir R$ 4 milhões na reformulação de um prédio localizado na Rua Estado de Israel, 200, na Zona Sul da cidade. O equipamento funcionará como sede da Escola de Formação para Professores da cidade de São Paulo, com o objetivo de capacitar, ainda mais, os professores de toda a rede. O anúncio foi feito nesta terça-feira (15) na sede da Prefeitura.

“Essa escola terá um papel fundamental para que os professores possam, cada vez mais, utilizar materiais e equipamentos tecnológicos, explorando este apoio da melhor forma possível, aproximando o mundo digital com a sala de aula”, disse o prefeito Bruno Covas.

O imóvel, localizado nas proximidades da Secretaria Municipal de Educação, na Vila Mariana, já funcionou como uma escola. Por isso, possui ambientes adequados para atender os quase 70 mil professores da cidade.

A criação de um espaço específico destinado às ações formativas é uma solicitação recorrente dos educadores da rede, já que hoje essas formações acontecem em espaços cedidos por parceiros ou nas Diretorias Regionais de Ensino.

“Esse espaço possibilitará que seja realizada a formação continuada de nossos educadores em cursos para a implementação do currículo, palestras profissionais, grupos de trabalho, seminários entre outras destinações”, afirma o secretário municipal de Educação, Bruno Caetano.

Apenas em 2019, quase 5 mil professores já passaram pelos processos de formação da rede. Em um ambiente preparado para esse atendimento, a expectativa é que seja potencializada a formação, ampliando o atendimento, até para que o professor ingressante tenha mais atenção nos processos formativos. A ideia é que nenhum profissional que ingresse por concurso público assuma a sua vaga sem antes passar por uma formação inicial, com abordagens sobre o currículo e o reforço de questões didáticas.

O prédio já conta com 20 salas de aula, salas de Artes, Laboratório, Vídeo, Dança e Biblioteca, além dos espaços administrativos. Também está previsto no espaço a criação de um memorial da rede. A previsão de inauguração é para 2020.