Estado de SP terá mais de mil ações de conscientização na Semana Nacional do Trânsito

Movimento Paulista de Segurança no Trânsito mobiliza municípios e órgãos do Governo para promover a direção segura; evento no Parque Villa Lobos realizado em parceria com o Detran.SP e Polícia Militar traz diversas atrações para conscientizar a população

Para incentivar práticas seguras em ruas e estradas de São Paulo, o Governo do Estado realiza e apoia mais de mil iniciativas durante a Semana Nacional do Trânsito, celebrada entre os dias 18 e 25 de setembro. Por meio do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, órgãos do Governo e municípios conveniados ao programa foram mobilizados para conscientizar a população sobre a importância de evitar comportamentos de risco no trânsito.

“O fator humano é o principal causador de fatalidades no trânsito. Segundo dados do Infosiga SP, 94% dos acidentes fatais são causados por negligência de condutores ou pedestres”, afirma Silvia Lisboa, coordenadora do Movimento Paulista. “O desafio de mudar a realidade de nosso trânsito passa por uma mudança de comportamento”.

Instituído em 2015, o programa visa reduzir pela metade as fatalidades causadas por acidentes e atua na mobilização de municípios, sociedade civil, setor privado e secretarias e órgãos de governo para o desenvolvimento de projetos em prol da segurança viária. Uma das frentes de trabalho é a promoção de ações de conscientização.

“A Semana Nacional do Trânsito é mais uma oportunidade de reforçarmos a mensagem de que cada um é responsável pela segurança, adotando práticas seguras e protegendo os elementos mais frágeis, como pedestres e ciclistas”, diz Maxwell Vieira, presidente do Detran.

SP

As campanhas desenvolvidas em todo o Estado visam, principalmente, a alertar a população sobre os perigos de comportamentos de risco. Dirigir alcoolizado, não usar o cinto de segurança e exceder os limites de velocidade são alguns exemplos. “E temos um elemento cada vez mais presente no trânsito e que pode causar acidentes graves: a distração causada pelo celular”, alerta Silvia Lisboa. Os riscos causados pelo aparelho estão presentes em boa parte das ações promovidas pelos 67 municípios parceiros do programa, que já beneficiam 71% da população.

 Atrações na capital

Na capital paulista, diversas atrações no Parque Villa Lobos promoverão a segurança viária para adultos e crianças. Realizado em parceria Detran.SP e Polícia Militar, o evento teve início neste domingo, 17, e segue até o dia 24, e visa incentivar a população a fazer sua parte por um trânsito melhor

“No dia-a-dia, vemos a necessidade de se mudar a visão das pessoas para o trânsito. Ao assumir a responsabilidade de manter a segurança em nossas ruas e estradas, contribuímos efetivamente para um trânsito mais seguro, humano e cidadão”, diz Maxwell Vieira.

 A programação inclui diversas atrações gratuitas para os frequentadores do parque, como minipistas para crianças, exposição de veículos antigos e exibições do canil e da cavalaria da PM. No espaço, também é possível conhecer as viaturas de resgate do Corpo de Bombeiros.

 Durante a semana, o Clube do Bem-Te-Vi promoverá oficinas com crianças da rede estadual de ensino. A previsão é que cerca de 800 alunos participem das atividades, que incluem um teatro de fantoches e uma turma formada por deficientes auditivos. “É uma semente que queremos plantar. Para construir a segurança de amanhã, precisamos ensinar às nossas crianças os valores do respeito e da cidadania”, conclui o Coronel Marcelo Vianna, comandante do Comando de Policiamento de Trânsito do Estado de São Paulo.

 Ação educativa em bares e restaurantes

 Na Semana Nacional de Trânsito, também será feita uma ação educativa na fiscalização da alcoolemia. Policiais militares distribuirão etilômetros (bafômetros) descartáveis em bares e restaurantes para que os condutores verifiquem se têm condições de assumir a direção do veículo. Na semana, a fiscalização será ainda mais intensificada.

 Sobre o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito

Programa do Governo do Estado de São Paulo, tem como principal objetivo reduzir pela metade os óbitos no trânsito no Estado até 2020. Inspirado na “Década de Ação pela Segurança no Trânsito”, estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU) para o período de 2011 a 2020, o comitê gestor do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito é coordenado pela Secretaria de Governo e composto por mais nove secretarias de Estado: Casa Civil, Segurança Pública, Logística e Transportes, Saúde, Direitos da Pessoa com Deficiência, Educação, Transportes Metropolitanos, Planejamento e Gestão, Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação.  As secretarias são responsáveis por construir um conjunto de políticas públicas para redução de vítimas de acidentes de trânsito no Estado.

 O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito envolve também a sociedade civil com o apoio de empresas – Abraciclo, Ambev, Arteris, Banco Itaú, CNseg, ProSimulador e Raízen – e do Centro de Liderança Pública (CLP).