Maifest coleta mais de 8 toneladas de materiais recicláveis durante os dois dias de festa

A Coleta Seletiva na XVIII edição da MaiFest,  nos dias 27 e 28 de maio,  não poderia ter sido melhor. Ao todo foram recolhidos mais de 8 toneladas de materiais recicláveis durante os dois dias de festa! A iniciativa da AEMB – Associação dos Empreendedores e Moradores do Brooklin, contou com a participação da COOPERCAPS – Cooperativa de Trabalho e Produção da Capela do Socorro, Instituto GEA – Ética e Meio Ambiente, AMLURB e Tetra Pak. “Quero parabenizar a todos pelo trabalho realizado. O resultado que vemos é fruto de um amplo planejamento e uma ação conjunta onde cada um deu o seu melhor. Há muitos anos tentávamos realizar a coleta seletiva mas só nesta MaiFest conseguimos reunir as condições necessárias para que a operação tivesse êxito. A AEMB agradece a todos os envolvidos e, principalmente, os cooperados, os atores principais desta operação”, destaca Ana Délia Moreno Iaconelli, Diretora da AEMB.

Ao todo foram 32 cooperados da COOPERCAPS trabalhando na coleta seletiva, sendo que 14 deles fazem parte de um projeto de recuperação de usuários de drogas e moradores de rua.  Durante toda a MaiFest atuaram junto ao público, aos expositores, nas tendas e restaurantes participantes do evento, orientando e coletando os materiais recicláveis. Destaque-se ainda que também o óleo utilizado foi coletado.  “Para contribuir com esta missão de impacto ambiental a Tetra Pak fez toda a comunicação visual nas lixeiras, com placas diferenciadas para a separação correta dos materiais recicláveis e dos não recicláveis”, ressalta Pietro Iaconelli, Presidente da AEMB, que ainda completa: “importante destacar o apoio institucional da Prefeitura Regional de Santo Amaro e dizer que todo o trabalho de limpeza foi feito com o apoio da AMLURB, SOMA e ECOURBIS, cuja logística contou com o posicionamento de 76 lixeiras, três containers e dois caminhões”.

Pensando no meio ambiente, além da coleta seletiva, no Espaço Criança teve ação de educação ambiental com teatro de fantoches apresentado pela equipe de educação ambiental do Departamento de Gestão Descentralizada Sul (DGD Sul), um departamento da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente. Eles abordaram a alimentação saudável, importância da água, resíduos sólidos (lixo) e arborização. E somado a isso, teve exposição de maquetes, jogos ambientais e a distribuição de mudas de suculentas “dedos-de-moça”.

A Tetra Pak, mais uma grande parceira no evento, também realizou oficina de educação ambiental no Espaço Criança, distribuiu material informativo sobre a importância da coleta seletiva e brindes produzidos com materiais reciclados. Além disso, demonstrou como funciona o processo de reciclagem das embalagens das caixas de leite, simulando como é feito na indústria através de um liquidificador. Expôs como é realizada a separação do papel dos outros elementos que compõem a embalagem, como o plástico e o alumínio, e trouxe alguns exemplos de produtos que podem ser feitos com os materiais reciclados, como agendas, balcões e telhas.

A festa familiar cujo tema deste ano foi Lebenswelt (Mundo da Vida) trouxe apresentações de orquestras, grupos de danças folclóricas, teatro, corais, filmes ao ar livre, exposições, performances itinerantes, esportes, adoção de animais, entre outros atrativos. Na área gastronômica teve de tudo um pouco e o público pôde saborear nas barracas e tendas comidas típicas da Alemanha e de outros países, como joelho de porco, acarajé, strudel, salsichões, nhoque, yakisoba, entre outros.