Número de Microempreendedores Individuais aumenta 19,1% na cidade de São Paulo

Considerado a porta de entrada para o empreendedorismo, o Microempreendedor individual (MEI) registrou crescimento de 19,1% na cidade de São Paulo no período de um ano. Em dezembro de 2018, eram 603.955 MEIs na cidade. Atualmente, já são 746.921. A cidade segue a tendência nacional de crescimento. No Brasil já existem 9,3 milhões de microempreendedores.

 Cabeleireiros, manicures e pedicures são os MEIs com mais formalizações na região. Ao todo, estão registrados no momento 59.907 MEIs no segmento. Microempreendedores individuais de serviços de entrega rápida aparecem na sequência com 26.611, enquanto que profissionais de promoção de vendas fecham o trio com 26.370 formalizações.

Números da pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM) mostram o crescimento da taxa de empreendedorismo no Brasil e o reflexo na recuperação da economia brasileira. Em 2018, 38% dos brasileiros em idade produtiva estavam envolvidos em algum tipo de atividade entre micro e pequenos empreendedores, o que representa aproximadamente 52 milhões de pessoas – o segundo melhor desempenho desde 2002.

Diferentemente dos anos 2014 e 2015, auge da crise econômica, o empreendedorismo por oportunidade vem crescendo em proporção ao empreendedorismo por necessidade. Nos últimos três anos esse número chegou a 62% contra 56% do período da crise. 

Sebrae-SP ajuda o MEI a iniciar o ano com o pé direito

Quem tem interesse em começar o ano com o pé direito e se formalizar como Microempreendedor Individual (MEI) pode contar com a ajuda do Sebrae-SP na zona sul da capital.  O curso Super MEI – Organize seu negócio já está com inscrições abertas e vai ajudar você a se enxergar como empresário e a organizar seu negócio. São quatro dias de curso com uma temática diferente em cada aula. 

Interessados podem entrar em contato diretamente o escritório do Sebrae-SP em Santo Amaro pelo telefone (11) 5525-5270. O escritório fica localizado na Avenida Adolfo Pinheiro, 712 – Santo Amaro. Mais informações também podem ser obtidas pelo 0800 570 0800.

Sobre o MEI

Com o avanço da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa foi criada a figura do Microempreendedor Individual (MEI), através da Lei Complementar 128/2008, com vigência a partir de julho de 2009.

O MEI é a pessoa que trabalha por conta própria e se legaliza como pequeno empresário. Mais de 500 atividades podem se formalizar como MEI. Uma vez formalizado, o MEI contribui mensalmente com a Previdência Social e passa a ter acesso a benefícios como auxílio-maternidade, auxílio doença, aposentadoria, entre outros.

Para se enquadrar nas regras é necessário ter atividade permitida, faturar no máximo R$ 81 mil por ano, não ter participação em outra empresa como sócio ou titular e ter no máximo um empregado contratado, que receba o salário mínimo ou o piso da categoria. O empreendedor tem direito a carga tributária reduzida e faz o pagamento de carnê mensal, com valores fixos durante o ano. Para 2019, esses valores variam, dependendo da atividade, de R$ 50,90 a R$ 55,90.

Sobre o curso SUPER MEI – Organize seu Negócio

O curso é voltado para o Microempreendedor Individual (MEI) e vai ajudá-lo a se enxergar como empresário e a organizar seu negócio. São quatro dias de curso com uma temática diferente em cada aula. 

O primeiro dia é voltado para os ensinamentos sobre o empreendedor de sucesso com vivências para autoconhecimento do perfil empreendedor e referências de empresários que souberam praticar muito bem esses comportamentos. 

Em seguida, o participante terá a oficina sobre formação de preço para desmistificar os custos e gastos de uma empresa e ajuda o empresário a formar de maneira correta o preço de venda de produtos ou serviços. 

A terceira oficina é sobre fluxo de caixa para auxiliar o empresário na tomada de decisões sobre o tema. Para fechar o curso, o MEI vai aprender sobre marketing digital e as possibilidades de venda online.