Parque Nascentes do Ribeirão Colônia na Subprefeitura de Parelheiros recebe novas placas de sinalização

O Parque Nascentes do Ribeirão Colônia, criado pelo Dec. 57.670/17 e inaugurado em 2020, pelo então prefeito Bruno Covas, recebeu neste 9 de novembro as placas, através do Projeto Demarca, referentes à sinalização de sua área de ampliação, passando de 110.000 m² para 720.000 m². O parque passa assim a proteger as principais nascentes do Braço Taquacetuba da Represa Billings, utilizado pela SABESP para o abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo.

A demarcação da área de ampliação foi realizada pela Secretaria do Verde e do Meio Ambiente (SVMA) acompanhada por moradores do entorno. Contou com o apoio da equipe de patrimônio da SABESP, atual proprietária do terreno da ampliação, da coordenadora-geral da UMAPAZ e técnicos da Escola de Agroecologia de Parelheiros, da Divisão de Difusão de Projetos de Educação Ambiental, da Divisão de Patrimônio Ambiental e da Divisão de Gestão de Parques Urbanos. A conclusão da cessão da área da SABESP à Municipalidade se dará dentro da gestão do prefeito Ricardo Nunes.

Além da prestação de serviços ambientais com a produção de água, o local conta com importantes atributos naturais que serão protegidos e recuperados, especialmente sua rica vegetação remanescente da Mata Atlântica e sua biodiversidade.

É parte de corredor ecológico de preservação do Bioma Mata Atlântica que permitirá a conexão e intensificará o fluxo gênico de espécies entre as Áreas de Proteção Ambiental (APA) Capivari-Monos e Bororé-Colônia.

Foram registradas nesse local 153 espécies de plantas vasculares, dentre elas a Araucaria angustifolia; 123 espécies de aves, como o gavião-pega-macaco (Spizaetus tyrannus), importante animal de topo de cadeia alimentar, e o garimpeiro (Leptasthenura setaria), parente do João-de-Barro muito relacionado às Araucárias.

As pessoas já podem contribuir com o espaço, observando a demarcação realizada com a instalação das placas e ajudando a coibir ações danosas ao meio ambiente, como depósito de entulhos, caça e ocupação irregular.

A Prefeitura de São Paulo deve ser acionada para denúncias, pelos telefones 156 ou 5187-0100 (Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente).