Prefeitura e Estado articulam ações para atendimento às vítimas das chuvas

O prefeito Bruno Covas se encontrou nesta quarta-feira (13) com o governador do Estado de São Paulo, João Doria, para discutir parcerias e articular novas ações para o atendimento às vítimas da chuva. O encontro aconteceu no Palácio dos Bandeirantes, na Zona Sul da capital, e contou com a presença de prefeitos da região metropolitana, secretários municipais, estaduais, presidentes de autarquias e representantes da Polícia Militar e Defesa Civil.

“Estamos falando de oito municípios atingidos, que sofreram com esta chuva do início da semana. O que vimos mostra que não foi falta de preparo, mas uma quantidade imensa de água. Nem com todos os piscinões construídos teríamos como evitar o volume de água. Por isso a importância desta ação conjunta envolvendo todos os municípios, em que cada um desenvolve importantes ações que são coordenadas pelo Governo do Estado, para que possamos avançar no atendimento dessas pessoas atingidas e evitar outros casos como esse no futuro”, disse Covas.

O acordo entre a Prefeitura de São Paulo e o Governo de São Paulo prevê a liberação de recursos do Fundo Metropolitano de Financiamento e Investimento (Fumefi) para a construção da galeria na Moóca, além de muros de arrimo e o desassoreamento imediato de córregos da capital e dos sete municípios da região metropolitana atingidos pelas chuvas. A Defesa Civil Estadual também irá disponibilizar colchões, cobertores, água, cestas básicas e kits de higiene pessoal às vítimas das enchentes.

Uma próxima reunião, prevista para esta quinta-feira (14), irá definir a abertura de uma linha de microcrédito com juros subsidiados no programa estadual “Desenvolve SP”.  Com ele as pessoas afetadas pelas enchentes poderão financiar a aquisição de eletrodomésticos. Também será avaliada a isenção da cobrança de conta de água aos moradores atingidos pelos alagamentos.

“Hoje nós deliberamos alguns pontos e, durante a reunião, telefonei para o ministro de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, que prontamente nos atendeu e virá para São Paulo, para uma nova reunião com este mesmo grupo, para discutirmos outros aspectos, considerando que esta é uma tarefa coletiva de proteção às pessoas e de enfrentamento às chuvas na região metropolitana”, disse o governador, João Doria.

Ajuda aos microempreendedores
Os empreendedores de pequenos negócios que foram prejudicados pelas enchentes na capital poderão participar, a partir do dia 14 de março, do programa “PovoPaulista”, do Governo Estadual. A iniciativa possui linhas de crédito de R$ 200,00 a R$ 20.000, com taxa de juros de 0,35% ao mês. Poderão utilizar essa linha de financiamento somente pessoas jurídicas de micro e pequenos negócios formais (MEI, ME, LTDA e EIRELI).   

Excepcionalmente neste final de semana, o Banco do Povo da capital, localizado na Rua Boa Vista, 170, estará aberto das 9h às 16h para a realização das análises de crédito.

Drenagem
Para diminuir o impacto das enchentes na capital, o Governo Estadual anunciou também a retomada do projeto para a construção do Piscinão Jaboticabal, no limite com São Bernardo do Campo.  A Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Governo do Estado providenciará a Declaração de Utilidade Pública para a desapropriação do terreno que receberá o reservatório.

O Piscinão Jaboticabal será construído em uma área particular, localizada na confluência do córrego Jaboticabal, Ribeirão dos Meninos e Ribeirão dos Couros, e terá capacidade para armazenar 900 mil m³ de águas pluviais, beneficiando, além da capital, os municípios de São Bernardo, São Caetano e Santo André.

Previsão do tempo para os próximos dias

A quinta-feira (14) terá muita nebulosidade e sensação de tempo abafado. No transcorrer da tarde, a combinação de calor e propagação de áreas de instabilidade, vindas do interior, causa chuva forte, com potencial para rajadas de vento e formação de alagamentos. Os termômetros oscilam entre 20°C ao amanhecer e 29°C no início da tarde, segundo boletim da Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE).

Na sexta-feira (15), a formação de um sistema de baixa pressão ao largo do litoral paulista gera muitas nuvens e mantém o tempo instável na Grande São Paulo. As chuvas mais significativas acontecem entre a tarde e a noite. Os termômetros oscilam entre 20°C e 26°C.