Prefeitura retoma obras de seis Unidades de Pronto Atendimento na Capital

A Prefeitura da cidade de São Paulo através da Secretaria Municipal da Saúde retoma as obras de seis Unidades de Pronto Atendimento (UPA) na capital. As construções estavam paralisadas desde a gestão anterior, em 2016, e após, concluídas irão atender os casos intermediários, estabilizar os quadros dos pacientes, e realizar o diagnóstico inicial, com isso desafoga as Assistências Médicas Ambulatoriais e os Equipamentos Hospitalares na cidade. 

As novas unidades farão parte da Rede de Atenção às Urgências, em diferentes regiões da cidade: UPA Cidade Tiradentes (Leste), City Jaraguá (Norte), Jabaquara (Sudeste), UPA Mooca (Sudeste), Vila Mariana (Sudeste) e UPA Parelheiros (Norte). As unidades atenderão com portas abertas, 24 horas, todos os dias. As UPAS terão ao menos 15 leitos de observação com capacidade de atendimento médio de 350 pacientes por dia.

As construções serão realizadas por empresas licitadas pela Secretaria de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB). As obras estão inseridas no Programa Avança Saúde SP, resultado de acordo entre a Prefeitura e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Atualmente, a cidade conta com 14 UPAs em funcionamento, sendo que, seis, foram entregues pela atual gestão entre 2019 e 2020.

Com a entrega da UPA a população contará com profissionais clínicos, cirurgiões, ortopedistas, pediatras, enfermeiros, coordenadores na área médica e enfermagem, técnicos de farmácia, gesso e enfermagem, farmacêuticos, assistentes sociais e funcionários da área administrativa.

No local, os usuários terão à disposição os serviços de: raios-X, eletrocardiografia, avaliação de risco, aplicações de medicamentos, curativo/sutura, inalação, fraldário, farmácia, sala de gesso, serviço social, ouvidoria e banheiros