Projeto “De Voz à sua Voz” reúne ONGs em comemoração ao Outubro Rosa

Organizado pela empresária Adriana Mêddêro, o projeto “De voz à sua voz” reuniu, no último dia 28, com diversas organizações não governamentais (ONG) um bate-papo em alusão a campanha do Outubro Rosa e os cuidados de prevenção ao Câncer de Mama, que é um dos três tipos de câncer com maior incidência, junto com o de pulmão e o colorretal, e é o que mais acomete as mulheres em 154 países dos 185 analisados.

“O encontro foi oportuno, pois pudemos não só dialogar de maneira franca e direta sobre o assunto, mas também, de maneira leve, onde todas puderam relatar as suas dúvidas, problemas e dificuldades”, completa Adriana.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de mama também é o tipo de câncer que mais acomete as mulheres no país (excluídos os tumores de pele não melanoma). Para 2021, foram estimados 66.280 novos casos novos, o que representa uma taxa de incidência de 43,74 casos por 100 mil mulheres. A incidência da doença aumenta em mulheres a partir dos 40 anos. Abaixo dessa faixa etária, a ocorrência da doença é menor, bem como sua mortalidade, tendo ocorrido menos de 10 óbitos a cada 100 mil mulheres. Já a partir dos 60 anos o risco é 10 vezes maior.

Para o mastologista do Hospital Sírio Libanês, Dr. Felipe Andrade, “o encontro foi importantíssimo, pois propiciou um momento único, onde pudemos tirar as dúvidas, relatar os mitos e as verdades sobre o assunto, e principalmente, falar sobre as novas opções de tratamentos”,

Vale lembrar que o diagnóstico precoce possibilita que as chances de cura sejam muito maiores para a paciente, chegando a 95%. Infelizmente, quanto mais avançado for o estágio do câncer de mama no momento em que a doença é detectada, ou seja, quanto mais tarde a doença for diagnosticada e tratada, essa chance de cura vai ficando menor.

Para o Diretor Superintendente da Associação Comercial – Distrital Sul, Antônio Souza, “o encontro foi excelente, mostrou a união de diversas frentes na região em prol de uma causa. Temos que fomentar cada vez mais reuniões desse porte, que traz melhorias para as pessoas”, conclui.

Esporte usado como Superação

Para Alessandra Rodrigues Perreira, atleta e técnica em Canoagem do Clube Atlético Paulistano, “A vários benefícios na prática da canoagem, em Dragon Boat. A melhora do linfedema, o fortalecimento da musculatura dos membros superiores e aumento da amplitude articular. Tem um efeito extraordinário tanto físico como psicológico. Promove saúde, melhora o aspecto imunológico, e é uma prática adjuvante para a recuperação e combate ao câncer”.

O Dragon Boat é uma embarcação que teve origem na China antiga e foi adotado como o esporte oficial do combate ao câncer de mama através do estudo do Dr. Don McKenzie ( médico canadense), pois a prática é considerada uma poderosa aliada para o resgate da qualidade de vida das mulheres diagnosticadas com câncer de mama.

Doação de cabelos

O Projeto Fios de Berenice, do Instituto Hera Artemisul (foto) recebe diariamente doações de cabelos para a confecção e doação de perucas para mulheres que estejam em tratamento quimioterápico, ou que perderam seus cabelos por outras patologias.

O objetivo é construir um caminho de amor, num processo de arrecadação de ­os de cabelos, processamento, confecção e doação de perucas, construindo para a melhoria da autoestima e da qualidade de vida do público alvo envolvido. Além disso, o projeto capacita voluntários, através de cursos pro­fissionalizantes para confecção de próteses capilares.

Para a idealizadora Lucia Brugnera, “É importante ampliar estes projetos junto às empresas e sociedade para reduzir o número de casos de câncer de mama, como o de colón do útero”, finaliza.

Serviço:

Instituto Hera Artemisul

Telefone: (11)33687700 ou (11) 99836-1428

E-mail: contato@heraartemisul.com.br

Instituto Umauma Dragon Boat

Facebook: umaumadragonboatBrasil

Instagram @dragonumaumabrasil