Santo Amaro Irá Ganhar Marco Da Paz Idealizado Por Gaetano Luigi

A Distrital Sul da Associação Comercial de São Paulo e o Instituto Cidades Saudáveis (ICS), promoveram no dia 17 de março no auditório da Distrital Sul da Associação Comercial de São Paulo, o coquetel de lançamento e planejamento do evento 1° Celebra Santo Amaro, que contemplou a instalação do Marco da Paz na região.
Em um evento apresentado por Rodrigo Fittipaldi, presidente do Instituto Cidades Saudáveis, teve como convidados à mesa, grandes nomes de São Paulo, como: o vereador Rodrigo Goulart, o coronel PM José de Alencar Albuquerque Freixo, o diretor superintendente da Distrital Sul Antônio Benedito Souza, Andreia Souza, secretaria adjunta de cultura e o João Bico de Souza, vice-presidente da Associação Comercial de São Paulo e embaixador do Marco da Paz.
Também estavam presentes na reunião, Luisa Leifert, presidente da Ciranda Santo Amaro, Gustavo Fleming representando a Distrital Pinheiros, João Paulo, subprefeito de M’Boi Mirim, Leonardo Ugolini diretor titular da CIESP Distrital Sul, Jeferson José da Silva, diretor superintendente da Distrital Centro Sul, Tenente Coronel PM Alexandre Vitorino Rolda, Agnaldo Domingues representando o Sesc Santo Amaro, José Carlos Bruno, presidente do Centro das Tradições de Santo Amaro, Donizete Felício, Marta Benendo, dr. Gilberto Marques Bruno, Maria Ângela Marques Bruno, Fábio, gerente da agência Sicredi, Edson Roberto Grandes, diretor superintendente da Distrital Tatuapé, Luciana Vieira, supervisora de cultura da Subprefeitura de Santo Amaro, Adilson Araújo representando o CADS, Ricardo Aparecido diretor superintendente da Distrital Sudoeste, Camilo Torres da Associação Brasileira de Circo, Drauzio Soares, representante e coordenador da saúde, GCM M’Boi Mirim, entre outros convidados.
O evento teve como pauta principal o planejamento do 1° Celebra Santo Amaro com apoio da subprefeitura de Santo Amaro e da Subprefeita Patrícia Penna Saraiva, para comemorar a instalação do Marco da Paz, símbolo idealizado pelo ítalobrasileiro Gaetano Luigi.
A comemoração traz a esperança de transmitir a paz em um momento delicado de pandemia e guerra. “A possibilidade de transferir as pessoas presentes no evento, o espírito de paz, solidariedade e amor, escritos pelo Luigi”, diz Rodrigo Fittipaldi.
Foto: Jayson França
O monumento
O Marco da Paz foi concebido pelo ítalo-brasileiro Gaetano Brancati Luigi, que viveu na Itália até os 12 anos, depois de ter visto os horrores da Segunda Guerra Mundial. Quando Gaetano e seus familiares ouviam os sinos da igreja tocarem se desesperavam, pois esse era o alerta para possíveis bombardeios que seguiriam. Em 1945, ouviram soar os sinos da igreja e imediatamente todos se esconderam, mas aquele dia foi diferente, os sinos não pararam e não foi seguido por bombardeios, era enfim o anúncio da paz. Nascia neste momento, a certeza que para toda sua vida, lutaria por um mundo sem guerra, para que nenhuma outra criança sofresse, como ele e seus amigos.
Em 1949, Gaetano e sua família imigraram para a Argentina em busca de novas oportunidades e após alguns anos, desembarcaram no Brasil.
Em 1999, percebeu a ausência do toque do sino da igreja do Pateo do Collegio, local onde a cidade de São Paulo nasceu. Com o apoio da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) foi colocado um novo sino na torre desta histórica igreja, e a partir deste momento, o sonho que o menino acalentou por mais de cinco décadas começou a transformar no que é hoje, o Monumento Marco da Paz.
A ACSP, pelas mãos de seu idealizador leva esta proposta de paz pelo mundo. O Monumento do Marco da Paz já se encontra presente em várias cidades de nosso país e do mundo.
1° Celebra Santo Amaro
Para comemorar a instalação do 36° monumento Marco da Paz na praça Agusto Tortorelo, em frente à estátua Borba Gato, a Distrital Sul da Associação Comercial de São Paulo e o Instituto Cidades Saudáveis, irão promover o 1° Celebra Santo Amaro no dia 10 de Abril, das 10h às 19h, com apoio da Polícia Militar, GCM, CET, Subprefeitura de Santo Amaro e do vereador Rodrigo Goulart, onde irão fechar a Avenida Adolfo Pinheiro e realizar feiras de gastronomia, artesanato, shows com espaço para crianças e muito mais.
Grandes idealizadores do símbolo comentaram sobre a importância do monumento para Santo Amaro. “Depois do que aconteceu naquele local, exatamente com aquela estátua, acho importante que a gente tenha ali a palavra contraponto, das coisas positivas com algo negativo que aconteceu.”, diz Rodrigo Fittipaldi. “Vai ser um marco na região, trazendo tudo de melhor que temos aqui”, completou.
“É muito importante que a gente neste momento inclusive de guerra, simbolize a paz por onde passar e como esse local para nós santamarenses é muito simbólico nada mais justo que ser lá, e que Santo Amaro tenha esse Marco da Paz que será muito especial não só para Santo Amaro mas para a cidade de São Paulo”, diz o vereador Rodrigo Goulart.
“Foi extremamente importante no sentido não só de instalar, mas também referenciar e criar o equilíbrio entre a estátua do bandeirante Borba Gato e ao lado do portão de entrada de Santo Amaro, nós temos efetivamente o Marco da Paz para que essa cultura possa ser transmitida de maneira constante para as novas gerações”, diz dr. Gilberto Marques Bruno, botina amarela.