SP abre vestibular com 540 vagas para cursos técnicos na área da saúde

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Fundação Paulistana, entidade vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, anunciou nesta segunda-feira, 1º de junho, o vestibular que abre 540 vagas para seis cursos técnicos na área da saúde promovidos pela Escola Makiguti. A unidade localizada na zona leste da cidade recebe inscrições até 25 de junho.

“Hoje, mais do que nunca, precisamos de profissionais capacitados no setor da saúde para o combate do coronavírus. A Escola Makiguti tem papel fundamental na formação de técnicos e auxiliares, sendo uma referência do setor em todo o Estado”, explica a secretária e Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso. “Dessa maneira, adequamos o vestibular para que seja possível preservar a saúde dos candidatos, mas ao mesmo tempo dar prosseguimento na formação de novos profissionais”, completa.

O vestibular da Escola Makiguti oferta 540 vagas para seis cursos na área da saúde, sendo eles: análises clínicas, cuidados com idosos, farmácia, gerência em saúde, saúde bucal e hemoterapia. Ao concluir a capacitação, o aluno recebe duas certificações, de níveis auxiliar e técnico, válidos em todo o território nacional.

Respeitando a quarentena e o isolamento social promovido pelo Poder Público, o vestibular funcionará de forma integralmente digital, composto por uma redação de tema “A importância do profissional técnico na saúde pública”, que deve ser construída entre 20 a 30 linhas, escrita com caneta de tinta preta. Nela, será avaliada a abordagem adotada, a estrutura do texto, além da expressão e coesão do candidato.

A entrega da redação deve ser realizada até às 23h59 do dia 26 de junho digitalmente pelo site da Vunesp, na área do candidato, em formato .jpeg, .pdf, .png ou .jpg. Caso o participante tenha dificuldades em fazer o upload do arquivo, é possível também encaminhar a redação via correios pelo formato A.R. (Aviso de Recebimento) para o destinatário: FUNDAÇÃO VUNESP – Rua Germaine Burchard, 515 – São Paulo – SP – CEP 05002-062.

Assim como nos vestibulares anteriores promovidos pela Escola Makiguti, além da prova, serão avaliados os perfis dos candidatos, priorizando alunos da rede pública com 15 pontos adicionais. Participantes que tenham estudado em escolas públicas localizadas em Cidade Tiradentes recebem outros 15 pontos extras. O resultado do exame será publicado no site da Vunesp e no Diário Oficial do município no dia 16 de julho.

Para participar do vestibular, é necessário ter concluído ou estar cursando o terceiro (último) ano do ensino médio, comprovado com histórico escolar ou declaração de matrícula do ano vigente. Além disso, o candidato deve fazer o pagamento de um boleto bancário que efetiva a sua participação no valor de R$ 22. A área de inscrições e entregas de documentos, bem como o edital na íntegra e o modelo de redação, podem ser acessados no link: https://bit.ly/makiguti2020

Aulas da Escola Makiguti durante a quarentena

Mesmo em tempos de isolamento social, a escola deu continuidade ao ano letivo dos 1.400 alunos matriculados por meio de aulas em ambiente virtual, disponíveis para todos os alunos que possuam computador, tablet ou celular. De acordo com uma pesquisa realizada pela coordenação da escola, apenas 2% dos alunos não possuíam acesso a internet em casa, nestes casos, o aluno estuda por meio de vídeos e documentos impressos que a instituição disponibiliza.

“Adequamos as aulas em formato virtual justamente para não promover aglomerações em ambientes fechados, o que acaba acarretando na disseminação do coronavírus. Por isso, com a ajuda de todos os professores e funcionários da escola, adotamos o ambiente virtual para o desenvolvimento das aulas, bem como a criação de materiais impressos, que podem ser retirados por qualquer aluno que não tenha acesso a internet em casa”, explica a coordenadora da Escola Makiguti, Valdirene Tizzano.

Sobre a Escola Makiguti

Administrada pela Fundação Paulistana, entidade vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, a Escola Makiguti é a única instituição pública do estado que promove cursos técnicos na área da saúde, oferecendo seis possibilidades de atuação.

Anualmente, são realizados dois processos seletivos para os cursos, com 1.080 vagas ao todo. A unidade é composta por um corpo administrativo e outro pedagógico que conta com 34 professores, e desde a sua fundação, em 2005, foram mais de 11.700 alunos formados.