Visita ao hospital de parelheiros

O governador João Doria realizou visita técnica ao Hospital de Parelheiros. O evento contou com as presenças do prefeito de Sãp Paulo, Bruno Covas, e do secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann Ferreira

LEON RODRIGUES/SECOM

Prefeito e governador de São Paulo realizam visita conjunta ao Hospital Municipal de Parelheiros

Obras do complexo hospitalar na zona Sul da capital paulista estão concluídas e o funcionamento seguirá cronograma de ativação em três etapas

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, e o governador do Estado, João Doria, visitaram nesta quarta-feira (2) as instalações do Hospital Municipal de Parelheiros “Josanias Castanha Braga”, na Zona Sul da capital paulista. As obras do complexo foram concluídas e o funcionamento seguirá cronograma de ativação, que ocorrerá em três fases ao longo de 18 meses. A previsão é que o hospital atinja o funcionamento pleno até o fim do primeiro semestre de 2020.

“Em São Paulo vivem 12 milhões de brasileiros. É a nossa obrigação, como Governo do Estado, oferecer boas condições para que a saúde pública seja preservada e bem gerenciada na capital paulista. Este é um hospital que será referência na cidade, com padrões que seguem os melhores hospitais privados de São Paulo”, disse o governador João Doria.

Também participaram do evento os secretários municipal e estadual de saúde, Edson Aparecido e José Henrique Germann, o secretário de Infraestrutura Urbana e Obras, Vitor Aly, e a superintendente da Autarquia Hospitalar Municipal (AHM), Magali Proença.

Os 52 leitos de observação existentes hoje no pronto-socorro, em funcionamento desde março de 2018, serão incluídos dentre os 88 leitos de internação de clínica médica, psiquiatria e pediatria, além de 5 leitos do Hospital Dia. Também será ativado, até junho de 2019, o setor de diagnóstico por imagem (com raio-X simples e contrastado, ultrassonografia, ecocardiografia, entre outros). Ainda nesta primeira fase será realizada a aquisição dos equipamentos de Ressonância Nuclear Magnética e de Tomografia Computadorizada.

“Estamos hoje entregando esta obra e agora começa a fase para implementar as áreas que o hospital deve ter. É um hospital que terá 258 leitos para atender não apenas Parelheiros, mas grande parte da Zona Sul da cidade”, afirmou o prefeito Bruno Covas.

O planejamento do município prevê que, durante a primeira fase, ainda no primeiro semestre de 2019, sejam ativados o Hospital Dia e o Ambulatório de Especialidades (cirurgia geral, ortopedia, cirurgia vascular, cirurgia pediátrica, ginecologia, urologia, proctologia, anestesiologia, cardiologia e neurologia).

Na segunda fase, com início no segundo semestre de 2019, serão implantadas as Unidades de Terapia Intensiva (UTI) adulta e pediátrica, com 10 leitos cada, totalizando 20 leitos. Ao longo do segundo semestre começam a operar sete salas de cirurgia e as enfermarias de cirurgia, ortopedia e ginecologia, acrescentando 67 leitos hospitalares.